É um processo eletrolítico, usado fundamentalmente como proteção contra corrosão, por ser metal de sacrifício. Libera preferencialmente os elétrons que provocam a oxidação, não permitindo que a base (ferro/aço) sofra danos.

Após a zincagem usa-se uma película a base de cromatos, sendo ele hexavalente ou trivalente, a fim de elevar a resistência à corrosão, evitando a formação de uma camada de óxido de zinco (corrosão branca).

Esta película poderá ser de diversas cores (branco, bicromatizado, preto e verde oliva), sendo que a diferença fica por conta da resistência apresentada.
Estes valores podem ser elevados, dependendo da composição química do banho de cromato empregado com aplicação de selante ou verniz.

 
Outros serviços